No “vermelho” desde 2014, contas da Prefeitura de Jaboticabal fecham com saldo p

Hori recupera a credibilidade e saúde financeira da prefeitura; resultado foi alcançado em dezembro

09/02/2019 - 10:02:27

Uma das notícias mais esperadas pelos jaboticabalenses acaba de se concretizar. O prefeito José Carlos Hori mobilizou toda a sua equipe com uma meta clara: pagar R$ 35 milhões de dívidas herdadas. O governo não apenas conseguiu liquidar o passivo como possui na conta R$ 3,5 milhões para investimentos. Agora, Jaboticabal está pronta para avançar e se transformar em um canteiro de obras em 2019.

“Quando saí da prefeitura, em 2012, deixei R$ 1 milhão no caixa. Assumi, em 2017, com dívida de R$ 35 milhões. Foram dois anos muito difíceis. Pedi foco e determinação à equipe para, juntos, recuperamos Jaboticabal”, declara Hori. Segundo a Secretaria da Fazenda, a prefeitura possuía no caixa no final de 2018 R$ 22 milhões e R$ 21 milhões de restos a pagar processados, ou seja, com saldo positivo. “Meu sentimento é de gratidão a todos que ajudaram, principalmente os servidores da Secretaria da Fazenda”, completa o prefeito.

Os contratos com os fornecedores foram revisados e renegociados, além e realizados outros cortes, principalmente na folha de pagamento, com a suspensão de novas contratações, horas extras e cargos de confiança, inclusive secretários. “Sentimento de missão cumprida. Agora é avançar e deixar nossa Jaboticabal como sempre sonhei e nossa população merece”, finaliza.


Capacidade zero – Em 2014, o índice FIRJAN de Gestão Fiscal analisou as contas de 4.544 cidades e constatou que Jaboticabal possuía capacidade zero de pagamento de suas dívidas, com um índice de investimento baixíssimo. A Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro ainda não divulgou os dados de 2017 e 2018.

Autor: Jornal a Gazeta